Wednesday 13th of December 2017

logo

Home Artigos Trabalho DIPLOMA DEIXA DE SER GARANTIA de bom emprego
DIPLOMA DEIXA DE SER GARANTIA de bom emprego PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Ter, 24 de Novembro de 2009 17:56

Por muito tempo um diploma na mão era sinônimo de se conseguir um bom emprego. Mas os tempos mudaram, e ter uma formação profissional já não é garantia de obtenção da tão sonhada vaga. De uma maneira geral, o diploma, atualmente, mal garante uma colocação. Daí a necessidade cada vez maior de as pessoas buscarem uma melhor qualificação como forma de progredir profissionalmente. O tempo do generalista acabou.

Para o especialista em recursos humanos Jorge Dias Souza, “um generalista é alguém que sabe um pouco de tudo, de nada”:

– Você não pode mais ser um generalista. Tem que ser um multiespecialista, agregando diariamente novos conhecimentos à sua atividade. Você poderá descansar, mas não muito, senão o seu concorrente ficará melhor preparado para te engolir e fazer você virar pó – ele diz.

Segundo o especialista e autor do livro As chefias avassaladoras, é necessário que as pessoas procurem constantemente turbinar suas carreiras com o conhecimento de novas tecnologias, determinação e comprometimento.



– Não podemos parar de aprender. A gente pode fazer a diferença e alcançar os melhores cargos na carreira. Mas lembrando sempre que, mesmo estando no topo, poderá cair a qualquer momento por uma simples distração, por um esquecimento, por um detalhe, por falta de um pingo no 'i' – alerta Jorge Dias Souza.

Estudar é tarefa para sempre


O especialista em gestão do capital humano Roberto Recinella destaca que o aprimoramento profissional é indispensável. Na sua avaliação, é preciso acabar com a ilusão de que uma vez concluída a faculdade não se precisa estudar.

– Esta é uma ilusão estudantil. Ao contrário, temos que estudar ainda mais. O conhecimento é dinâmico e necessita de atualização frequente. Faça cursos, pós-graduações, MBAs, participe de grupos de discussão. Teste sempre que possível seu conhecimento e adquira outros, aprenda a mudar de ideia e abrir a mente para novas formas de pensar e fazer. Recicle-se diariamente, não deixe seu cérebro enrijecer – adverte o especialista.


Cultivar um círculo de relacionamentos, se dedicar a auxiliar quem estiver ao seu alcance e estar disposto a conhecer pessoas novas são outras orientações que podem ajudar na carreira.

– Nunca saia de casa sem seus cartões de visita e lembre-se que ninguém alcança o sucesso sozinho. Peça ajuda, não tenha vergonha de aprender dizendo “eu não sei” quando necessário e procure ter um padrinho ou mentor, alguém com quem possa aprender e que possa lhe ajudar a crescer profissionalmente. Pode ser um professor, colega, uma pessoa na qual você confie – ensina Recinella.


Segundo o consultor de RH, o autoconhecimento é essencial, pois a pessoa poderá utilizar seus pontos fortes de uma maneira mais positiva e desenvolver aquilo que considera negativo em sua atuação como profissional.


Fonte: Jornal do Brasil, caderno Carreiras, 22/11/2009

Última atualização em Qua, 28 de Abril de 2010 11:55
 

Fornecido por Joomla!. Designed by: Free Joomla 1.5 Theme, ecommerce hosting. Valid XHTML and CSS.